Em tempos de crise, quanto “vale” um Gerente de Projetos?

O artigo começa com um pergunta capciosa, porém, é importante que deixemos claro que há uma diferença entre custo e valor. Pelo menos quando falamos em Gerentes de Projetos. Esqueçamos a discussão filosófica que há entre essas duas palavras e vamos focar no que significa cada uma no contexto da profissão. O custo de um gerente de projeto é o que o contratante paga pelo seu serviço, a quantia que é desembolsada para o pagamento do GP. Já o valor de um gerente de projetos é algo dificilmente tangível. Ao mesmo tempo que é dificilmente tangível, esse valor não é impossível de ser medido. Nesses tempos de crise, muitas pessoas têm me perguntado sobre o futuro do profissional em gerenciamento de projetos no Brasil. Alguns profetizam que a profissão só tem sentido em tempos de vacas gordas, outros falam que até 2017 metade das vagas para esses profissionais no Brasil serão fechadas. Exageros à parte, uma coisa é certa: o mercado está muito mais criterioso na contratação e até mesmo na manutenção de GPs em seu quadro.

As empresas têm exigido que os Gerentes de Projetos deixem de ser apenas profissionais com conhecimento em técnicas e ferramentas para composição de cronogramas e orçamentos e passem a ser líderes que agregam experiencia, conhecimento, habilidades e atitudes. Aí é que se chega ao “valor” de um GP. A partir de agora o que eu vou falar é apenas a minha percepção do que é o “valor” de um GP, com base nas minhas crenças e percepções. Se você discorda ou tem algo a acrescentar, pode compartilhar conosco.

No meu entendimento, um profissional em gerenciamento de projetos precisa ter em seu arcabouço algumas bases importantes para que o seu valor, como “produto”, seja incrementado e crie um diferencial competitivo com os demais que estão atualmente no mercado. Em tempos de crise, ser apenas mais um deixará você no mesmo nível dos demais.

O mapa mental abaixo mostra a composição de valor para um Gerente de Projetos usando esse meu ponto de vista.

Basicamente, um bom profissional em gerenciamento de projetos que deseja se destacar nesse momento de baixa demanda necessita de 4 bases bem estruturadas: Experiências, Conhecimento, Habilidades e Atitudes. Dentro de cada uma dessas bases, alguns pontos precisam ser considerados. Vamos detalhar cada um.

Experiências

  • Profissionais: trabalhar em empresas com níveis distintos de maturidade em projetos pode ser um bom diferencial, já que ser GP em uma empresa com processos bem definidos e robustez no apoio institucional aos projetos é muito bom. O GP que mostra bons resultados em empresas com maturidade baixa em projetos se adapta facilmente a qualquer ambiente.
  • Culturais: Viajar, interagir com profissionais de outros estados e países na condução de projetos não é algo essencial, mas extremamente interessante. Principalmente para preparar o GP para trabalhar em projetos com equipes de diferentes regiões, acrescentando em termos de tolerância e entendimento das diferentes culturas.

Conhecimento

  • Conhecimento Técnico: Conhecer tecnicamente os produtos e serviços nos quais você trabalha é muito importante, mesmo não sendo fundamental.
  • Conhecimentos em Gerenciamento de Projetos: Conhecer as ferramentas e técnicas mais adequadas a cada situação, bem como a documentação e os processos que envolvem cada área de conhecimento, é essencial. Independente se você se utiliza das melhores práticas ou segue algum framework.
  • Idiomas: Se você quer um diferencial, conhecer outras línguas (principalmente o inglês) é fundamental. Te abre portas para trabalhar em empresas multinacionais e te dá oportunidade para atuar em outros países.

Habilidades

  • Trabalho em Equipe: trabalhar em equipe é saber servir, acima de qualquer coisa. Seja você o GP ou um membro da equipe, saber ouvir, argumentar e ajudar uns aos outros é vital. O objetivo maior é o produto do projeto.
  • Gestão de Crises: Não adianta, se você trabalha com projetos, com certeza vai ter que saber lidar com crises. O trabalho diário está propenso a atritos e você precisa saber fazer uma gestão eficaz em busca de um equilíbrio, para que o trabalho no ambiente de projeto ocorra dentro da normalidade.
  • Negociação: Aí está algo que poucos GPs mostram ter habilidade, porém é extremamente importante ter conhecimento em táticas de negociação. Em projetos você precisa negociar o tempo todo e saber exatamente a hora de ceder e de se impor.
  • Liderança: Esse é o grande diferencial dos melhores gerentes de projetos no mercado. Há quem diga que é uma habilidade que já nasce conosco, porém já está provado que você pode desenvolvê-la.

Atitudes

  • Proatividade: tire do seu dia-a-dia as frases “isso não está no meu escopo” ou “isso não é tarefa minha”. Se algo está ao seu alcance, faça sem que ninguém tenha que te pedir pra fazer. Se ser proativo é importante para qualquer profissão, para um Gerente de Projetos é fundamental.
  • Motivação: Esta está totalmente ligada a questão da liderança. Manter a equipe motivada, com a moral elevada, reconhecendo o trabalho quando bem feito é um grande diferencial. Um bom líder atrai bons profissionais para o seu ciclo.
  • Feedback: Sempre, sempre, sempre. Eu inclusive aconselho um tipo de avaliação chamada 360º onde, ao mesmo tempo em que você consegue avaliar a equipe, você consegue ser avaliado por eles e isso é muito importante. Poucos GPs se preocupam com feedback em suas equipes de projeto.

Você pode ter sentido falta de um ou de outro ponto dentro desse emaranhado de tópicos acima. Sinta-se desde já a vontade para interagir e expor seu ponto de vista. Aconselho você também montar o seu mapa mental sobre as bases fundamentais que compõem o seu valor como GP.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: